Eures diz que municípios são ‘burros de carga’ de programas federais; PSF é o mais afetado

Eures diz que municípios são ‘burros de carga’ de programas federais; PSF é o mais afetado

O presidente da União dos Municípios da Bahia (UPB), Eures Ribeiro (PSD), disse que as prefeituras estão se tornando “burros de carga” de programas federais. A perspectiva é pensada quando a União cria a ação e não libera recursos suficientes para sua execução. 

“Aí nós temos que completar. Jogaram pra gente obrigações que eram da União e dos estados. O PSF [Programa Saúde da Família] é o mais impactado. Na Bahia tem UPA [Unidade de Pronto-Atendimento] que ninguém quer abrir porque não tem dinheiro pra bancar”, explicou Eures. Segundo ele, 28 unidades não foram criadas no estado até agora por falta de recursos.

A situação é crítica também na área de assistência social. Se o orçamento permanecer zerado, os  Centros de Referência de Assistência Social (Cras) serão fechado sem toda a Bahia e no Brasil. Eures deve ser encontrar com congressistas baianos para apresentar a pauta de reivindicações.

 

Fonte: Bahia Notícias