Mucugê já tem dois casos confirmados e quatro suspeitos de DENGUE

Mucugê já tem dois casos confirmados e quatro suspeitos de DENGUE

 Mucugê já tem dois casos confirmados e quatro suspeitos de DENGUE, em dois dos casos suspeitos são moradores da Rua do Caetite no centro da Cidade, nas proximidades residências onde foram encontrados foco do Aedes Aegypti. Os pacientes que tiveram confirmação do contagio da doença recebeu atendimento médico e já estão em  cassa, em recuperação. 
A Vigilância epidemiológica esta realizando uma varredura nos locais de possível contaminação para eliminação dos focos. É importante que os moradores recebam bem os Agentes de Combate a Endemias para realizarem seu trabalho de vistoria e eliminação de focos. 
A melhor forma de prevenção da dengue é evitar a proliferação do mosquito Aedes Aegypti, Eliminando água armazenada que pode se tornar criadouros, como em vasos de plantas, galões de água, bicas, calhas da água, terrenos baldios,  pneus, garrafas plásticas, piscinas sem uso e sem manutenção, e ate mesmo em recipientes pequenos, como tampas de garrafas, alem de locais como filtros de barro destampados e ate aquele reservatório que fica atrás das geladeiras e freezers.

Sintomas 
A dengue é uma doença viral transmitida pelo mosquito aedes aegypti. A infecção por dengue pode ser assintomática, leve  ou causar doença grave , levando a morte. Normalmente, a primeira manifestação da dengue é a febre alta(39 ° a 40°C), de inicio de abrupto, que geralmente  dura 2 a 7 dias, acompanhada de dor de cabeça, dores no corpo e articulações, prostração, fraqueza, dor de atras dos olhos, erupção e coceira na pele. Perda de peso, náuseas e vômitos são comuns. Na fase febril inicial da doença pode ser difícil diferenciá-lo. A forma grave da doença inclui dor abdominal intensa e continua, vômitos persistentes, sangramentos de mucosas entre outros sintomas.

Juntos somos mais fortes

Todos contra o Aedes Aegypty