Imagem da página Coronavírus: Sintomas aparecem em média 5 dias após infecção e fase contagiosa pode durar 2 semanas, mostra estudo

A doença covid-19, que pode causar febre, tosse e problemas respiratórios, está se espalhando pelo mundo e já afetou mais de 114 mil pessoas.

Uma equipe americana analisou casos conhecidos da China e outros países para entender mais sobre a doença.

A maioria das pessoas que desenvolve sintomas começam a aparentá-los ao redor do quinto dia.

Pessoas que não desenvolveram sintomas até o dia 12 têm pouca probabilidade de desenvolvê-los, mas ainda podem carregar a infecção.

Os pesquisadores aconselham as pessoas que podem estar infectadas — tenham elas sintomas ou não — a se isolar voluntariamente por 14 dias para evitar espalhar a doença para os outros.

Se seguirem essa orientação — que já foi adotada no Reino Unido e nos EUA —, estima-se que para cada 100 pessoas em quarentena durante 15 dias, uma delas pode desenvolver sintomas depois de ser liberada, segundo o periódico Annals of Internal Medicine.

O pesquisador Justin Lessler, da Johns Hopkins Bloomberg School of Public Health, nos Estados Unidos, disse que os resultados foram as mais rápidas estimativas até agora, baseada em 181 casos no total.

Mas ele disse que ainda há muito mais o que aprender sobre o vírus.

Não está claro quantas pessoas desenvolvem os sintomas —o estudo não analisou isso.

Especialistas dizem acreditar que a maioria das pessoas que são infectadas só ficam com uma doença leve. Algumas ficam assintomáticas, ou seja, carregam o vírus, mas não experimentam os sintomas.

Mas a doença pode ser bem séria e fatal para alguns —normalmente pessoas mais velhas com problemas de saúde pré-existentes.

O professor Jonathan Ball, um especialista em virologia molecular na Universidade de Nottingham, no Reino Unido, disse que o estudo confirmou que, para a grande maioria dos casos, a incubação do novo coronavírus, e portanto o período de quarentena, é de 14 dias.

E ele diz, ainda: "Há pouca evidência de que as pessoas podem rotineiramente transmitir o vírus durante o período assintomático".

A melhor maneira de proteger-se e prevenir infecções é:

  • Evitar o contato com pessoas que não estão se sentindo bem
  • Evitar tocar nos seus olhos, nariz e boca antes de lavar as mãos
  • Usar lenços descartáveis para tosses e espirros, e então jogá-los no lixo e lavar as mãos
  • Lavar as mãos com frequência com água e sabão

 

Fonte: BBC News

Foto: Getty Images

Compartilhe nas Redes Sociais

Login

Imagem do popup de notícias

Newsletter

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetuer adipiscing elit. Aenean commodo ligula eget dolor.